Home / NOTÍCIAS ANTIGAS / SUCESSO: VIRADA ESPORTIVA DE CAMPINAS

SUCESSO: VIRADA ESPORTIVA DE CAMPINAS

logo-da-virada-esportiva-2016

A Virada Esportiva de Campinas (realizada entre 27 e 28 de agosto) foi um sucesso e contou com a participação de cerca de 100 mil pessoas, entre as que praticaram alguma atividade e o público que assistiu.

Com a motivação do clima olímpico, a iniciativa tem como objetivo incentivar a população a prática de esporte e foram 120 atividades na cidade.

A APESEC (Associação dos Clubes de Campinas e Região) agradece a parceria com a Secretaria de Esportes da Prefeitura de Campinas e parabeniza a participação dos clubes. 
Grandes parques receberam a Virada Esportiva, como Lagoa do Taquaral, além de praças de esporte, ginásios, clubes como Círculo Militar de Campinas, Concórdia, Fonte São Paulo, Clube Semanal Cultura Artística, Sociedade Hípica de Campinas, Tênis Clube e outras instituições.

As modalidades da Virada eram para todos os gostos e idades como: lutas, atletismo, badminton, basquete, beach tênis, ciclismo, futebol de campo, futsal, futvôlei, ginástica artística, ginástica rítmica, danças, fitness, handebol, natação, slake line, skate, tênis de campo, tênis de mesa, vôlei, corrida e ultramaratona, entre outras.

“O esforço dos profissionais da Secretaria Municipal de Esportes e dos parceiros envolvidos resultou num trabalho muito bem feito, reuniu pessoas de todas as idades, nas mais diversas modalidades e lotou os espaços”,  comentou a coordenadora de Iniciação Esportiva da Secretaria de Esportes e responsável pela organização da Virada Esportiva, Renata Baronti.

Um dos destaques da Virada Esportiva, a Ultramaratona – corrida de 24 horas de duração, reuniu 180 atletas de alto nível na pista interna da Lagoa do Taquaral.

Segundo o secretário municipal de Esportes e Lazer, Dario Saadi, a proposta da Virada além de incentivar a prática esportiva e de exercícios físicos em todos os níveis é utilizar o esporte como instrumento de saúde e inclusão social e aproveitar a divulgação das modalidades na Olimpíada e a Paralimpíada Rio 2016. “Queremos fortalecer a cultura da educação física e do esporte. Isso também é saúde”, disse.